Non permettere che la mia volontà di potere venga domata da altri ha un prezzo alto. Il rischio è come camminare da una scogliera nel galoppo di un indomabile destriero, per  una libertà che non può essere misurata per um  tempo comune forgiato in mezze verità.

Preferisco essere um marginale di questa cinica armonia sociale. Mi rende felice, in molte occasioni, di sapere che non ho nulla di interessante. Non voglio i credenti nella mia passeggiata, alla periferia di strade sconnesse che sognano nuove ribellioni qua e là in angoli dimenticati dove quasi nessuno presta attenzione.

Há un posto especiale per coloro che osano incertezze, che sono scarsamente risolto. Nell’eterno andare e venire, sono um militante dai confini che non condanna il mio destino senza virtù [1], basandosi solo sulla fortuna [2].


Leonardo Amorim

18/05/2018
________________________
Tem um alto preço não permitir que a minha “vontade de potência” seja conduzida por outros. O risco é como caminhar em um precipício no galope de um corcel indomável, por uma liberdade que não pode ser medida por um tempo comum, forjado em meias verdades.
Prefiro ser um marginal desta cínica harmonia social. Faz-me feliz, em muitas ocasiões, saber que não tenho nada que seja interessante. Não quero crentes em minha caminhada, nos arredores de estradas esburacadas que sonham com novas rebeliões aqui e ali, em esquinas esquecidas onde quase ninguém presta atenção.
Existe um lugar especial para aqueles que ousam em incertezas, que são mal resolvidos. No eterno ir e vir, sou um militante de limites que não condenam meu destino, sem virtude, contando apenas com a sorte.
  1. Capacidade de lidar com as ocorrências da vida.  Adaptação, planejamento diante de situações desafiadoras. Ver conceito a partir de Maquiavel.
  2. Circunstâncias (aleatoriedades) e necessidades (imprevistas) da vida. Ver conceito a partir de Maquiavel.

 

Comentar pelo Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *