Por que os conselhos profissionais são inúteis à sociedade

Usando um termo corriqueiro no mercado financeiro, a política no âmbito do estado democrático de direito é um “benchmark” da sociedade, um indicador médio geral da “ética da polis” (πολιτική). Pelo parâmetro democrático no estado, se pode compreender que a presidência da república, o congresso nacional, as assembleias legislativas, as câmaras municipais, os governos estaduais […]

Read more

Sombras de um livro proibido

Algumas breves considerações sobre “Minha Luta”, de Adolf Hitler, indispensável leitura para se começar a entender as bases do pensamento político nazista e como foi canalizada a energia da massa germânica até então desiludida em torno da crise econômica no pós-guerra (1a.), sob o vértice do racismo, para mirar em um determinado agente social, o […]

Read more

Democracia

O que é a democracia? José e Maria saíram para um almoço no dia dos namorados com outros cinco casais. Chegaram a um restaurante e José resolveu fazer uma brincadeira: uma eleição para estabelecer o prato principal a ser consumido por todos. Abriram a caixinha que serviu de urna: 3 votos para picanha 2 votos […]

Read more

Oportunidade para o Novo

O youtuber Bernardo Küster, aluno do filósofo Olavo de Carvalho, publicou ontem (4) um vídeo [1] sobre o envolvimento direto do Partido Novo na Agenda 2030, da ONU. Alinhar-se a proposições da ONU não combina com uma instituição que diz priorizar o indivíduo e o livre mercado. Convém mais a partidos que atuam em favor […]

Read more

Renovação na política e o Novo

Primeiro, alguns aforismos… Jovens na política… Românticos apaixonados pela forma mais rápida de se degenerar uma sociedade, a democracia municipalista convertida em “hub” nacional, pretendendo melhorar o mundo gastando o dinheiro tomado dos outros, sob a pretensão de renovar e moralizar as coisas “públicas”. Jovens na política… Se pelo menos tivessem a disposição de conhecer […]

Read more

Fake news

Antes de fazer um importante exame para admissão em um trabalho no exterior, um professor me contou, nos anos 1990, que seu pai escondeu o resultado de um exame médico às vésperas da prova. O resultado indicava estar acometido de uma neoplasia maligna. O professor passou na seleção da multinacional e viajou confortado com o […]

Read more

Uma política elitista de aversão a riscos

“O Livro Politicamente Incorreto da Esquerda e do Socialismo“, de Kevin D. Williamson,  traduzido por Roberto Fernando Muggiati, é o tipo da abordagem altamente inconveniente não apenas para os assumidos, mas também para que os que preferem fazer uso de malabarismos semânticos para não ter que refletir mais a fundo sobre o que de fato […]

Read more

“Duplipensamento”

A conversa com um analista de negócios de uma grife de TI estava cansativa. Ele acabara de deixar uma concorrente de mesma envergadura, e com ânimo renovado apresentava um produto enquanto eu anotava quantas vezes usou a expressão  “temos a melhor solução do mercado”, como se fosse um mantra. Encerrado o show, fui ao “pé […]

Read more

O “DNA” regulatório trabalhista

Qual seria o “DNA” das principais “bases legais” da legislação trabalhista brasileira? Tirando o IR [1], criado na “República Velha” (a proclamação de 1889 foi um golpe), o que corre no “DNA” regulatório trabalhista brasileiro é o legado de ditaduras civil e militar. A CLT, inspirada na Carta del Lavoro, obra do fascismo italiano, foi […]

Read more

O que é “e-Socialite”?

Comecei a usar o termo  “e-Socialite”, em tom de brincadeira, pelas redes sociais, acho que há três anos, mas há um sentido que penso além do que pode parecer uma simples provocação.  Creio que se estivesse entre nós, Gramsci (1891-1937) chamaria as “e-Socialites” de “instrumentos”.  Lenin (1870-1924) as classificaria como “idiotas úteis”, diga-se de passagem, […]

Read more

“Lupus est homo homini non homo” (I)

Uma antiga sentença de Plauto (254-184) “lupus est homo homini non homo” [1] usada por Thomas Hobbes (1558-1679), é comumente aplicada para justificar o estado como resultado da civilização para conter o “espírito animal” do ser humano. Uma força de contenção da liberdade que se justificaria pela “teoria das paixões” [2], representando  a única maneira […]

Read more

Por que o eSocial deve ser destruído

O que é o eSocial? Segundo o governo, um sistema que será “tábua de salvação” diante da burocracia-trabalhista-tributária-previdenciária, que supostamente trará simplificação em benefício do setor produtivo. Este é o discurso da política que, sabemos, caminha dissociado da realidade. Uma coisa inconveniente, para quem crê no governo, me diz que o eSocial é um minucioso […]

Read more

Os erros fatais do socialismo – Por que a teoria não funciona na prática

Para quem deseja um resumo do pensamento de Friedrich August von Hayek, recomendo “Os Erros fatais do socialismo – Por que a teoria não funciona na prática”, produzida no crepúsculo de sua vida, com a saúde debilitada, contando com a ajuda de sua assistente, Charlotte Cubitt. Hayek, no meu entendimento, foi o maior economista do […]

Read more

Quais os limites da liberdade de expressão?

Em setembro do ano passado, uma peça retratando um “Jesus transexual” foi impedida de ser apresentada por ordem judicial [1].  De fato, quem é cristão tem todas as razões para não se sentir confortável com uma proposta cênica, digamos, alternativa. Entendo a proibição como algo pior que qualquer mal estar que se possa ter diante […]

Read more

Privatização da corrupção

Existe “político do bem”? Sim, sem dúvida há pessoas bem intencionadas na política. Há indivíduos caridosos no estado e outros que desejam ingressar na vida pública. No entanto, a política, pela forma como o estado a promove, não permite que “pessoas de bem” sobrevivam nessa condição moral, por muito tempo. Alguns dizem que a política […]

Read more

Lula, Gandhi, Luther King Jr., Mandela e Jesus

A história está desfilando bem à nossa frente, ou como diria o saudoso Joel Silveira [1], “a banda está passando” e como quem apenas observa o desfile, talvez, se eu tivesse ainda na condição de crente no “estado democrático de direito”, certamente estaria lamentando por ver um ex-presidente da República na iminência de cumprimento de […]

Read more

Querem a volta deles

Enquanto muitos se voltam ao velho apelo por uma “intervenção federal militar”, penso aqui como está no imaginário popular a crença intervencionista na mesma época de uma  das coisas mais ingênuas que tenho conhecimento nas páginas da história brasileira: a “Marcha da Família com Deus pela Liberdade” de 1964, a série de movimentos que serviram […]

Read more