Uma leitura ao dia (mar/22)

31/03/2022 23h32 Imagem: BBC “Anti-individualista, a concepção fascista é para o Estado; e é para o indivíduo na medida em que coincide com o Estado, a consciência universal e a vontade de sua existência histórica. É contra o liberalismo clássico, que surgiu da necessidade de reagir ao absolutismo e esgotou sua função histórica desde que […]

Read more

Uma leitura ao dia (fev/22)

Bem vindos à seção de recomendações de leitura do blog. Uma leitura ao dia é um espaço neste blog onde compartilho algumas de minhas experiências como leitor. Continua em março/2022 28/02/2022 22h58 Imagem: Reprodução de Demodaran online “Oscar Wilde definiu um cínico como aquele que “sabe o preço de tudo e o valor de nada”. […]

Read more

Uma leitura ao dia (jan/22)

Continua em Fev/2022 31/01/2022 23h22 […] Vejo o mundo se transformando aos poucos numa selva, ouço o trovão que se aproxima e que, um dia, irá nos destruir também, sinto o sofrimento de milhões. E, mesmo assim, quando olho para o céu, sinto de algum modo que tudo mudará para melhor, que a crueldade também […]

Read more

Entre o instinto e a razão

Por pr. Abdoral Alighiero Domingo de primavera e no alto da montanha eis que abro o primeiro capítulo da derradeira obra de Hayek [1] para contrariar o individualismo primitivo discorrido por Thomas Hobbes [2] dos primórdios da espécie humana, coletivista, tribal, lembrando outra obra [3], de um filósofo da EA que não se deu bem […]

Read more

Fatos e falácias masculinos e femininos

Fatos e falácias masculinos e femininos é o título do terceiro capítulo da obra “Fatos e Falácias da Economia” [1], do professor Thomas Sowell, publicada originalmente em inglês (2007), sob o título “Economics facts and fallacies“. É a leitura-base que recomendo, inclusive pelas referências bibliográficas e de pesquisas, para começar uma compreensão acerca do tema […]

Read more

Leituras 25/04/2020

Petistas e bolsonaristas são dois irmãos briguentos, separados na infância… Filhos de uma mesma visão de mundo, coletivista e autoritária. Referências bibliográficas: 1. Il Primo Fascista, de Hans Woller (Alemanha, 1952). Edição em italiano (2018) 2. Sul Fascismo, de Antonio Gramsci* e colaboradores (Itália, *1891-1937) Edição em italiano (1924) 3. Fascismo Eterno, de Umberto Eco […]

Read more

Leitura 28/03/2020

Sessão leitura. Antifrágil. Coisas que se beneficiam com o caos. Economia. Filosofia. De Nassim Nicholas Taleb (1960, Líbano) Adaptação de Leonardo Amorim para contadores e a crise coronavírus – Comentários em vídeos e áudios  

Read more

Leituras 08/02/2020

1. Lettere dal carcere. Política. De Antonio Gramsci (Itália, 1891-1937). Ver “Cartas do Cárcere” Ver também “Cadernos do Cárcere”. ———– 2. Apologia de Sócrates. Filosofia. De Platão (Grécia, 428/427- 348/347). ———– 3. Il Nome della Rosa Romance histórico. De Umberto Eco (Itália, 1932-2016).  “O Nome da Rosa” em português. ———– 4. O Livro Politicamente Incorreto […]

Read more

Leituras 01/02/2020

“Vivemos no mundo da pós-verdade, onde os discursos são levados mais a sério que os fatos. Em uma sociedade assim, o hábito da leitura contínua, diversificada e qualificada, é um ato de liberdade que pode ser inconveniente a quem prefere viver no conforto das ideias, sem confronta-las com a realidade.” (Leonardo Amorim, 01/02/2020 18h50) As […]

Read more

Leituras 25/01/2020

“Ler tem seríssimas “contra indicações” a quem prefere rótulos, ideologias e preconceitos: uma delas é desenvolver uma maior capacidade crítica, dependendo da disposição que se tem em conhecer visões de mundo diferentes da que se foi criado e acredita. O conhecimento, como sugere Hayek, é DISPERSO na sociedade, e o grande desafio é compreender a […]

Read more

Leituras 18/01/2020

1. O caçador de pipas. Romance. De  Khaled Hosseini (Afeganistão) —————- 2. O menino do pijama listrado. Fábula, Literatura infantil, Ficção histórica. De John Boyne (Irlanda) —————- 3. A rebelião das massas. Filosofia. De José Ortega y Gasset (Espanha, 1883-1955) —————- 4. Direitos máximos, deveres mínimos. O festival de privilégios que assola o Brasil. Ciências […]

Read more

Milano

Foto Ilustrativa: Philippe de Champaigne Santo Agostinho de Hipona (354-430). Identifiquei-me imediatamente com as Confissões e cs diálogos com Adeodato [1] em De Magistro (Do Mestre)  onde há uma belíssima síntese: “Cristo é a verdade que ensina interiormente”. Outra leitura indispensável do maior ícone da Patrística é De civitate Dei (“Cidade de Deus”): filosofia e teologia em […]

Read more

“Duplipensamento”

A conversa com um analista de negócios de uma grife de TI estava cansativa. Perdi as contas de quantas vezes usou a expressão  “temos a melhor cloud do mercado”, como se fosse um mantra. Encerrado o show, fui ao “pé do ouvido” e o lembrei que ele dizia exatamente o mesmo, e na mesma intensidade, […]

Read more

Ação Humana

Em 2006 encontrei um exemplar de Ação Humana surrado em uma biblioteca e comecei ali a conhecer o pensamento de Ludwig von Mises, propositalmente omitido por docentes durante os tempos de faculdade. Hoje estou a terminar a releitura de Ação Humana, uma recente edição em 1019 páginas, publicada pelo Instituto Mises Brasil. Não resisti quando […]

Read more

Política elitista de aversão a riscos

“O Livro Politicamente Incorreto da Esquerda e do Socialismo“, de Kevin D. Williamson,  traduzido por Roberto Fernando Muggiati, é o tipo da abordagem altamente inconveniente não apenas para os assumidos, mas também para que os que preferem fazer uso de malabarismos semânticos para não ter que refletir mais a fundo sobre o que de fato […]

Read more

À escuta do Outro

À escuta do Outro, obra de Bruno Forte, teólogo italiano, católico-romano, tem no Capítulo IV, uma interessante crítica à abordagem antropológica existencial de Rudolf Bultmann, um dos teólogos protestantes que mais influenciaram minha formação cristã na passagem pelo Seminário. O problema central na teologia de Bultmann sobre a revelação, que Forte reconhece como “verdadeiro”, embora […]

Read more

Teoria que não funciona na prática

Para quem deseja um resumo do pensamento de Friedrich August von Hayek, recomendo “Os Erros fatais do socialismo – Por que a teoria não funciona na prática”, produzida no crepúsculo de sua vida, com a saúde debilitada, contando com a ajuda de sua assistente, Charlotte Cubitt. Hayek, no meu entendimento, talvez tenha sido o maior […]

Read more