Leitura 28/03/2020

Sessão leitura. Antifrágil. Coisas que se beneficiam com o caos. Economia. Filosofia. De Nassim Nicholas Taleb (1960, Líbano) Adaptação de Leonardo Amorim para contadores e a crise coronavírus – Comentários em vídeos e áudios  

Read more

Leituras 08/02/2020

1. Lettere dal carcere. Política. De Antonio Gramsci (Itália, 1891-1937). Ver “Cartas do Cárcere” Ver também “Cadernos do Cárcere”. ———– 2. Apologia de Sócrates. Filosofia. De Platão (Grécia, 428/427- 348/347). ———– 3. Il Nome della Rosa Romance histórico. De Umberto Eco (Itália, 1932-2016).  “O Nome da Rosa” em português. ———– 4. O Livro Politicamente Incorreto […]

Read more

Leituras 01/02/2020

“Vivemos no mundo da pós-verdade, onde os discursos são levados mais a sério que os fatos. Em uma sociedade assim, o hábito da leitura contínua, diversificada e qualificada, é um ato de liberdade que pode ser inconveniente a quem prefere viver no conforto das ideias, sem confronta-las com a realidade.” (Leonardo Amorim, 01/02/2020 18h50) As […]

Read more

Leituras 25/01/2020

“Ler tem seríssimas “contra indicações” a quem prefere rótulos, ideologias e preconceitos: uma delas é desenvolver uma maior capacidade crítica, dependendo da disposição que se tem em conhecer visões de mundo diferentes da que se foi criado e acredita. O conhecimento, como sugere Hayek, é DISPERSO na sociedade, e o grande desafio é compreender a […]

Read more

Leituras 18/01/2020

1. O caçador de pipas. Romance. De  Khaled Hosseini (Afeganistão) —————- 2. O menino do pijama listrado. Fábula, Literatura infantil, Ficção histórica. De John Boyne (Irlanda) —————- 3. A rebelião das massas. Filosofia. De José Ortega y Gasset (Espanha, 1883-1955) —————- 4. Direitos máximos, deveres mínimos. O festival de privilégios que assola o Brasil. Ciências […]

Read more

Milano

Foto Ilustrativa: Philippe de Champaigne Se eu fosse católico seria um devoto de Santo Agostinho de Hipona (354-430). Identifiquei-me imediatamente com os escritos dele a partir de sua obra mais famosa, Confissões. Nos diálogos com Adeodato [1], De Magistro (Do Mestre), destaco o que considero ser uma síntese sobre o pensamento teológico do maior ícone da […]

Read more

Hitler foi de direita ou de esquerda?

Hitler foi de direita ou de esquerda? Liberal, conservador ou socialista? A primeira pergunta é tola, já a segunda, tem um pingo de lucidez. Em vez de bater boca nas redes sociais sobre a primeira pergunta, recomendo ler “Minha Luta”, atividade mental indispensável para começar a entender as bases do pensamento nazista, que tomaria o […]

Read more

Fatos e falácias masculinos e femininos

Fatos e falácias masculinos e femininos é o título do terceiro capítulo da obra “Fatos e Falácias da Economia” [1], do professor Thomas Sowell, publicada originalmente em inglês (2007), sob o título “Economics facts and fallacies”. É a leitura-base que recomendo, inclusive com boas referências bibliográficas e de pesquisas, para um início de reflexão acerca […]

Read more

“Duplipensamento”

A conversa com um analista de negócios de uma grife de TI estava cansativa. Perdi as contas de quantas vezes usou a expressão  “temos a melhor cloud do mercado”, como se fosse um mantra. Encerrado o show, fui ao “pé do ouvido” e o lembrei que ele dizia exatamente o mesmo, e na mesma intensidade, […]

Read more

Ação Humana

Em 2006 encontrei um exemplar de Ação Humana surrado em uma biblioteca e comecei ali a conhecer o pensamento de Ludwig von Mises, propositalmente omitido por docentes durante os tempos de faculdade. Hoje estou a terminar a releitura de Ação Humana, uma recente edição em 1019 páginas, publicada pelo Instituto Mises Brasil. Não resisti quando […]

Read more

Uma política elitista de aversão a riscos

“O Livro Politicamente Incorreto da Esquerda e do Socialismo“, de Kevin D. Williamson,  traduzido por Roberto Fernando Muggiati, é o tipo da abordagem altamente inconveniente não apenas para os assumidos, mas também para que os que preferem fazer uso de malabarismos semânticos para não ter que refletir mais a fundo sobre o que de fato […]

Read more

“Fragilista”

Um tipo epidêmico na decadente pós-modernidade é o “fragilista”, termo trabalhado por Nassim Nicholas Taleb em “Antifrágil”. “Fragilista” é um sujeito que acredita no poder de intervenção, na própria dominância exercida sobre indivíduos e organizações que o cercam. Os mais extremos caem na compulsão extrema, usando de todo aparato coercitivo que estiver ao seu alcance, cuja […]

Read more

À escuta do Outro

À escuta do Outro, obra de Bruno Forte, teólogo italiano, católico-romano, tem no Capítulo IV, uma curiosa crítica à abordagem antropológica existencial de Rudolf Bultmann, um dos teólogos protestantes que mais influenciaram minha formação cristã na passagem pelo Seminário. Foi a ultima indicação de leitura que recebi em 2006, do grande professor de filosofia, João […]

Read more

Antifrágil

Nassim Nicholas Taleb passou quase duas décadas na Bolsa de Valores e acompanhado da solidão em seu escritório, decidiu ir fundo na busca de respostas diante de dilemas em torno do caos e das incertezas. Depois de esmiuçar o Cisne Negro [1], Taleb saiu de seu retiro para presentar a humanidade com Antifrágil, e eis […]

Read more

Os erros fatais do socialismo – Por que a teoria não funciona na prática

Para quem deseja um resumo do pensamento de Friedrich August von Hayek, recomendo “Os Erros fatais do socialismo – Por que a teoria não funciona na prática”, produzida no crepúsculo de sua vida, com a saúde debilitada, contando com a ajuda de sua assistente, Charlotte Cubitt. Hayek, no meu entendimento, foi o maior economista do […]

Read more