Meditações Inconvenientes XI

O mundo encantado da burocracia do fisco que “valoriza” o contador Coisa fácil de encontrar no meio contábil ainda é o “pensador” que raciocina na crença de que a burocracia forçada pelo fisco, de per si, valoriza o contador. Observei muitos do tipo palestrando  entre 2013 e 2016, diante de plateias de contadores que pareciam […]

Read more

Meditações Inconvenientes XIX

As duas utilidades da política O dito popular “cada povo tem o governo que merece” me faz às vezes pensar na política e nos políticos como instrumentos de cólera divina, afinal, parece ter muito sentido que não há castigo maior sobre um povo que celebra a estupidez e a idolatria por meio de um populista […]

Read more

Ideias terríveis que parecem boas…

Por Pastor Abdoral – A Dottrina del Fascismo de Benito Mussolini [1] é uma dessas obras que servem para vestir a carapuça de muita gente “esclarecida”, outras idolatradas no mundo da política, assim como de fãs com políticos de estimação, sobretudo àqueles que têm como prazer mais comum acusar opositores ideológicos de “fascistas”, vício ambidestro; petistas […]

Read more

Dia D

Foi em 6 de junho de 1944, há 76 anos. A maior invasão militar por mar, na Normandia, registrada na história. Uma coalizão contra o NACIONAL SOCIALISMO ou “nazismo” de Hitler e asseclas, como Mussolini e o fascismo. Foi o início da virada contra a Alemanha e o maligno eixo completado por Itália e Japão. […]

Read more

Socialismo

A definição para o termo “socialismo” neste texto pode ser um pouco controversa em uma visão liberal ou até mesmo hayekiana [1], talvez seja melhor compreendido por um viés miseano ou austro-libertário. Para o lado canhoto cosmológico, no último ciclo recessivo brasileiro (2015-2017), o Liberalismo Clássico, a Escola Austríaca e a Escola de Chicago “saíram […]

Read more

Iatrogenia

Ouvi recentemente um debate local [1] acerca da greve dos caminhoneiros. Apeteceu-me saber o que quatro acadêmicos aqui tão próximos pensam a respeito do assunto. Entre as (boas) abordagens que pude escutar, não me surpreendeu [2] uma certa falta de interesse sobre um importante problema que envolve as várias “causas causantes” de mais um capítulo […]

Read more