Meditações Inconvenientes XIX

As duas utilidades da política O dito popular “cada povo tem o governo que merece” me faz às vezes pensar na política e nos políticos como instrumentos de cólera divina, afinal, parece ter muito sentido que não há castigo maior sobre um povo que celebra a estupidez e a idolatria por meio de um populista […]

Read more

Do Natal à Eternidade, a Rocha dos Séculos!

Celebrado por uma pobre e esquecida família confinada dentro de um estábulo cuja manjedoura serviu de berço, cercada por dóceis criaturas animais que servem às necessidades alimentares dos humanos, longe de quaisquer aglomerações, banquetes,  honrarias e demais celebrações supérfluas que as ostentações terrenas podem proporcionar, em um Natal cuja circunstância ímpar deste ano de pandemia […]

Read more

Ideias terríveis que parecem boas…

Por Pastor Abdoral – A Dottrina del Fascismo de Benito Mussolini [1] é uma dessas obras que servem para vestir a carapuça de muita gente “esclarecida”, outras idolatradas no mundo da política, assim como de fãs com políticos de estimação, sobretudo àqueles que têm como prazer mais comum acusar opositores ideológicos de “fascistas”, vício ambidestro; petistas […]

Read more

“Quis custodiet ipsos custodes?”

O comportamento do ministro da Segurança Pública, Raul Julgmann, diante de denúncias de fraude nas urnas eletrônicas, espelha a arrogância peculiar daqueles que militam no aparato monopolístico compulsivo e coercitivo do estado: Tratar como criminoso quem questiona a idoneidade de processos e de instituição do estado [1] como se tivesse desafiando entidades detentoras de qualidades […]

Read more