Paralaxe cognitiva

Editado em 09/10/2021 21h28 Aprendi o significado do “viver o que se ensina” pela dor da indignação, lá pelos idos de 2003-2006 quando notava em alguns professores e alunos do seminário teológico, certas incongruências quando, na sala de aula pareciam estar de “mente aberta” abordando com entusiasmo determinados assuntos mas, tendo oportunidade de vê-los nos […]

Read more

Ciência…

Estudar escassez pode ser uma forma de fazer ciência… Mas estudar “economia” não garante, necessariamente, fazer ciência. Estudar fenômenos patrimoniais de entidades pode ser uma forma de fazer ciência… Mas, estudar “contabilidade” não garante, necessariamente, fazer ciência. Estudar comportamentos humanos pode ser uma forma de fazer ciência. Mas, estudar “psicologia” não garante, necessariamente, fazer ciência. […]

Read more

“Ambiente acadêmico”

O que me menciono neste texto se aplica, especificamente, ao âmbito do ensino “superior” regulado pelo estado [1] em áreas ligadas às ciências sociais.  O termo “sociedade”  aqui no sentido dado por Ludwig von Mises [2]. Evidentemente, “intelectualidade” está longe de se limitar ao que observo em libertários e liberais, quando  não conservadores, dando para a […]

Read more

“Fragilista”

Um tipo epidêmico na decadente pós-modernidade é o “fragilista”, termo trabalhado por Nassim Nicholas Taleb em “Antifrágil”. “Fragilista” é um sujeito que acredita no poder de intervenção, na própria dominância exercida sobre indivíduos e organizações que o cercam. Os mais extremos caem na compulsão extrema, usando de todo aparato coercitivo que estiver ao seu alcance, cuja […]

Read more

A linguagem como forma de exclusão

Quem já não ouviu expressões como briefing, CEO, gap, compliance, outsourcing, deadline e ficou perdido? O diretor executivo, “presidente” ou CEO, sigla para  Chief Executive Officer. Para os “mais evoluídos”, treinamento é coisa do passado, e um novo conceito promete avanços: coaching.  O resumo de uma proposta profissional fica melhor quando chamado de briefing. E se […]

Read more

O preço da pureza

De Stephen Hawking (1942-2018), “o maior inimigo do conhecimento não é a ignorância, mas a ilusão do conhecimento”.   Talvez o professor de Cambridge tenha vivenciado em si mesmo tamanha ilusão em relação à sua tese sobre buracos negros e um estudo que publicou na revista Nature em janeiro de 2014, onde nega coisas que teorizou […]

Read more