A Milano

Foto Ilustrativa: Philippe de Champaigne Se eu fosse católico seria um devoto de Santo Agostinho de Hipona (354-430). Identifiquei-me imediatamente com os escritos dele a partir de sua obra mais famosa, Confissões. Nos diálogos com Adeodato [1], De Magistro (Do Mestre), destaco o que considero ser uma síntese sobre o pensamento teológico do maior ícone da […]

Read more

À escuta do Outro

À escuta do Outro, obra de Bruno Forte, teólogo italiano, católico-romano, tem no Capítulo IV, uma curiosa crítica à abordagem antropológica existencial de Rudolf Bultmann, um dos teólogos protestantes que mais influenciaram minha formação cristã na passagem pelo Seminário. Foi a ultima indicação de leitura que recebi em 2006, do grande professor de filosofia, João […]

Read more