Acaso, opções e antifragilidade

“A casu” (latim) é o que se aplica a algo sem causa aparente, fato sem explicação conhecida. Pela dispersão das causas, não raramente, muitas envolvendo fatores fora do controle de quem observa um determinado fenômeno. Normalmente se associa o fenômeno volátil à “aleatoriedade” como se fosse algo sem razão. Ocorre que o desconhecimento sobre a […]

Read more

Iatrogenia

Ouvi recentemente um debate local [1] acerca da greve dos caminhoneiros. Apeteceu-me saber o que quatro acadêmicos aqui tão próximos pensam a respeito do assunto. Entre as (boas) abordagens que pude escutar, não me surpreendeu [2] uma certa falta de interesse sobre um importante problema que envolve as várias “causas causantes” de mais um capítulo […]

Read more

“Fragilista”

Um tipo epidêmico na decadente pós-modernidade é o “fragilista”, termo trabalhado por Nassim Nicholas Taleb em “Antifrágil”. “Fragilista” é um sujeito que acredita no poder de intervenção, na própria dominância exercida sobre indivíduos e organizações que o cercam. Os mais extremos caem na compulsão extrema, usando de todo aparato coercitivo que estiver ao seu alcance, cuja […]

Read more