O preço da coerência

Não me apetece qualquer necessidade de tomar partido pelo filósofo Olavo de Carvalho, como observo nos assim chamados “olavetes”, sobretudo naqueles meios “que  deram voz a uma legião de imbecis”, aqui lembrando a precisa definição para “redes sociais” dada por um outro filósofo que também tenho apreço: Umberto Eco (1932-2016). Sou um leitor e ouvinte […]

Read more

Dissonância e paralaxe cognitiva

  Revisado em 24/02/2019 13h12 Aprendi o significado do “viver o que se ensina” pela dor da indignação, lá pelos idos de 2003-2006 quando notava em alguns professores e alunos do seminário teológico, certas inconsistências. Eram de “mente aberta” abordando com entusiasmo determinados conceitos liberais em sala de aula, mas, tendo oportunidade de vê-los no […]

Read more